terça-feira, agosto 24, 2004

Afinal a Supertaça Europeia...não é de interesse público

É lamentável, mas todos os dias encontramos situações caricatas (como esta) em Portugal. Não é, que a RTP decidiu não dar importância, ao jogo da Supertaça Europeia, a realizar no próximo dia 27, entre o FC Porto e o Valência. Ou seja, o jogo não vai ser transmitido em canal aberto, como seria de esperar, e vai ser transmitido pela Sport TV em exclusivo. E a justificação é simples "é um jogo singular" e "tecnicamente não é uma competição, porque é um jogo entre equipas que ganharam duas finais" dizia Luis Marques, Administrador da RTP ao JN. Mas o mais grave é que, ao abrigo da lei e do despacho do Ministro Morais Sarmento, datado de Outubro de 2003 os acontecimentos de interesse público, inclusive, as finais das competições de clubes da UEFA (com ou sem clubes Portugueses) têm que ter transmissão em canal aberto. O que acontece é que a proposta da Sport TV cobriu, a apresentada pela estação pública, que não mais se interessou pelo caso, suponho eu que os administradores da RTP, entendem que os Portugueses andam com as carteiras "cheias" para pagar a assinatura da Sport TV, relegando para segundo plano um jogo europeu, onde participa o Campeão da Europa de Clubes, nada mais nada menos que o FC PORTO (clube que julgo eu ainda ser
Portugês). Esta situação é aos olhos da lei ilegal, não por ser a Sport TV a transmitir, mas sim por ser em exclusivo e em canal fechado. O melhor exemplo para esta situação, vem do País vizinho (de onde chegam muitos outros diariamente), Espanha, onde o jogo vai ser transmitido em canal aberto pela TVE, isto porque em Espanha a lei é para cumprir, e pelos vistos em Portugal não. Assim vai o nosso Portugal.