quinta-feira, setembro 02, 2004

Uma fábrica sem escoamento de produtos!

Escrevo ainda relacionado com o post que escrevi sobre os professores, alargando o problema a todas as áreas. O título deste texto é uma alegoria engraçada para o panorama actual do estado do ensino superior português. Há uma grande produção mas não há consumidor que compre. Um grande grupo económico já teria fechado esta fábrica ou teria feito uns ajustes.
É bonito ouvir da boca dos governantes que o país tem de apostar na educação, que são necessários mais licenciados. Mas para quê? Para fazer número? Para ser favorável às estatísticas do país na Europa?
Muitos licenciados, chegados ao fim de um curso, não sabem o que fazer. Estão ali saídos das universidades, prontos a trabalhar, mas não têm aonde! As áreas que têm pouca empregabilidade continuam a receber os mesmos alunos como se tivessem a mesma saída. E ninguém se preocupa em ajustar o ensino às necessidades. É deixar andar à tona. Se o panorama do ensino está como o vemos nas páginas dos jornais, nas televisões, o sentimos se conhecemos alguém, porque é que continuam a sair tantos professores das universidades? Para renovar os quadros? Ou para acrescentar o número de desempregados?
O mais caricato é que toda a gente fala disto, toda a gente se mostra preocupado e ninguém age, parece que ninguém quer resolver estas situações. Isto é que me parece muito estranho. A acomodação deve trazer alguns benefícios.
É por isto que Portugal devia ser aplaudido, que devia ser avaliado, que devia ser mostrado e não minorado pelos nossos governantes.

Parabéns Portugal!!!

Mais um ano passou, mais uma ministra envolvida, um programa informático, os sindicatos, milhares de professores, as escolas e os alunos. Parece um bom argumento para um filme (qualquer realizador serve) mas não, infelizmente, é a vida real. É a bulia que já estamos habituados a ver quando chega a esta altura do concurso dos professores. Mas o final é sempre o mesmo. Os ministros defendem-se a eles próprios, tentando resolver os problemas que os sindicatos trazem à tona.
Por sua vez, os professores colocados têm de estar de malas e bagagens prontas para se mudarem para um lugar incógnito. Os não colocados andam à deriva, na esperança que o telefone, durante o ano lectivo, toque e do outro lado digam que tem uma substituição para fazer. Os excluídos terão de repensar a vida por mais um ano. Por fim, os alunos que, no meio disto tufo, são esquecidos e andam não sei quanto tempo à espera que chegue o professor daquela disciplina que o/a Director/a de Turma diz que está para chegar. Embora não se importem muito (sabe bem um feriadito) reconhecem que fará falta, principalmente se forem do 12º, com um exame nacional para fazer no final do ano. Tudo anda à deriva neste nosso país.
Há bem pouco tempo, o país foi aplaudido pela organização do Euro2004, pela estratégia de segurança, pelos estádios, por tudo ter corrido às mil maravilhas. No entanto, não consegue organizar, ao longo de tantos anos, uma colocação de professores, uma estratégia de organização. Não acreditando que poderia haver pessoas capazes, o ministério entregou a árdua tarefa aos computadores e foi o que se viu!
Caros governadores: é hora de repensar uma estratégia que consiga levar o país para a frente porque esta vida não é só futebol!

sexta-feira, agosto 27, 2004

Arranca amanhã a Superliga 2004/2005

Os adeptos do futebol estão ansiosos e expectantes por mais uma Superliga, na esperança de que seja a continuação do Euro 2004 (ou semelhante), mas a que acabem de vez as suspeições, os erros, os insultos, os combates de "boxe" no relvado, que seja FUTEBOL na verdadeira ascensão da palavra. Depois de um final da época passada mais ou menos ao rubro, com Benfica e Sporting a lutarem pelo segundo lugar e com o FC Porto com uma época recheada de êxitos, para esta época existem algumas esperanças de mudança -para melhor - e que se dê continuidade à excelente organização, que foi o Euro 2004.
Quem vai ao futebol, e paga os preços exorbitantes que se praticam por este país fora, independentemente da melhoria nas condições dos estádios - que é de salutar -, é pelo jogo, pela emoção, e por um conjunto de sensações, sempre na esperança de ver um bom espectáculo. Resta assim, e mais do que nunca, os jogadores tenham respeito por quem lhes paga os ordenados, e façam, o que são pagos para fazer, jogar futebol.

Futebol Português de Parabéns

Ontem foi uma noite especial, no Mónaco, três futebolistas Portugueses receberam as mais altas distinções da UEFA, no que concerne à época futebolistica de 2003/2004. Vítor Baia (FCPorto), Ricardo Carvalho (Chelsea) e Deco (Chelsea) voltaram ontem a levar o nome de Portugal às mais altas luzes da ribalta futebolistica, ao arrecadarem o prémio de melhor guarda - redes (Vitor Baia), melhor defesa central (Ricardo Carvalho), melhor médio e melhor jogador da Europa (Deco). Estas distinções coroam, a excelente época do FC Porto e que culminou com a vitória na Liga dos Campões e na Superliga, e que prossegue hoje - esperamos que com sucesso- diante do Valência para a Supertaça Europeia.
Com estes prémios escreve-se uma página na história do futebol, pois nunca até hoje, tantos jogadores Lusos tinham sido distinguidos pela estância máxima do futebol Europeu. Só é pena que Vitor Baia continue a não figurar nas convocatórias de Luiz Filipe Scolari, mesmo depois de ser considerado o Melhor Guarda Redes da Europa na época transacta, e mais do que isso é que ninguém saiba o porquê da não convocação. Continuam a imperar a falta de explicações ? Será que ordenado chorudo que Scolari recebe não chega para dar explicações? Ou será que vamos continuar com as fantasias?
Parabéns aos premiados e boa sorte para o FC Porto no jogo desta noite diante do Valência.

quinta-feira, agosto 26, 2004

Afinal a Supertaça Europeia... é de interesse público

O Ministro Morais Sarmento, veio anunciar ontem, que afinal a transmissão televisiva da Supertaça Europeia, entre o FC Porto e o Valência, se encontra abrangido pelo despacho por si assinado em Outubro de 2003, que discrimina os eventos considerados de interesse público. Está portanto a partir de ontem, a concurso a compra dos direitos televisivos à detentora desses mesmo direitos - a Sport TV - para os canais de sinal descodificado (RTP, SIC e TVI). Esta decisão veio dar razão ao Jornal de Notícias que lançou a polémica, na passada segunda - feira - e que pelos vistos ainda ninguém tinha reparado - que a Sport TV ia transmitir o jogo em exclusivo e em codificado, violando o despacho do Ministro da Presidência que enumera o que é de interesse público.
A Spot TV é que , ontem, dizer que nestas situações de obrigatoriedade de cedência de direitos, as estações interessadas têm que "estar dispostas a pagar o preço", tentando desta forma salvaguadar a sua posição, mas a Alta Autoridade para a Comunicação Social disse " a cedência deve ser feita por um preço razoável" e que "quando as partes não chegarem acordo é a Alta Autoridade a mediar, sendo o seu parecer vinculativo". Desta vez alguém levou este assunto, a bom porto, e ainda bem que alguém se lembrou de chamar este assunto à praça pública, poruqe senão muitos para além de mim, se quisessem ver o jogo teriam que se deslocar a algum café ou ficar a ouvir no rádio. É o nosso Portugal!

quarta-feira, agosto 25, 2004

A terceira medalha... Parabéns a todos

Como já referiu, o presidente do Comité Olimpico Português Vicente de Moura, "Portugal conseguiu até agora, os melhores resultados de sempre, em 100 anos de Jogos Olimpicos", e parece que é bem verdade, pois já conseguimos três medalhas (duas de prata e uma de Bronze). E para nós a procissão ainda vai no adro, pois ainda falta Obikwelu na final dos 200 metros, da qual se espera uma medalha, pois é a prova onde ele está melhor; Emanuel Silva que hoje terminou a meia final de K1 1000m em terceiro lugar e apurou-se para a final; Carla Sacramento apurou-se ontem para as meias finais dos 1500m, que se realizam na quinta feira às 18h30. Não nos podemos também esquecer, que Vanessa Fernandes a jovem atleta de 18 anos, acabou hoje a prova de Triatlo no 8º lugar, à frente da campeã do mundo na modalidade, um excelente resultado, se tivermos em conta que ainda à bem pouco tempo, Vanessa foi Campeã Europeia de Juniores nesta modalidade. Rui Silva foi quem ontem conseguiu mais uma medalha para Portugal, a de Bronze, para quem não esperava muito deste atleta, ele deu"uma bofetada de luva branca" como ele proprio referiu, minutos depois de conseguir o terceiro lugar nos 1500m. Parabéns Rui Silva!

terça-feira, agosto 24, 2004

Afinal a Supertaça Europeia...não é de interesse público

É lamentável, mas todos os dias encontramos situações caricatas (como esta) em Portugal. Não é, que a RTP decidiu não dar importância, ao jogo da Supertaça Europeia, a realizar no próximo dia 27, entre o FC Porto e o Valência. Ou seja, o jogo não vai ser transmitido em canal aberto, como seria de esperar, e vai ser transmitido pela Sport TV em exclusivo. E a justificação é simples "é um jogo singular" e "tecnicamente não é uma competição, porque é um jogo entre equipas que ganharam duas finais" dizia Luis Marques, Administrador da RTP ao JN. Mas o mais grave é que, ao abrigo da lei e do despacho do Ministro Morais Sarmento, datado de Outubro de 2003 os acontecimentos de interesse público, inclusive, as finais das competições de clubes da UEFA (com ou sem clubes Portugueses) têm que ter transmissão em canal aberto. O que acontece é que a proposta da Sport TV cobriu, a apresentada pela estação pública, que não mais se interessou pelo caso, suponho eu que os administradores da RTP, entendem que os Portugueses andam com as carteiras "cheias" para pagar a assinatura da Sport TV, relegando para segundo plano um jogo europeu, onde participa o Campeão da Europa de Clubes, nada mais nada menos que o FC PORTO (clube que julgo eu ainda ser
Portugês). Esta situação é aos olhos da lei ilegal, não por ser a Sport TV a transmitir, mas sim por ser em exclusivo e em canal fechado. O melhor exemplo para esta situação, vem do País vizinho (de onde chegam muitos outros diariamente), Espanha, onde o jogo vai ser transmitido em canal aberto pela TVE, isto porque em Espanha a lei é para cumprir, e pelos vistos em Portugal não. Assim vai o nosso Portugal.

segunda-feira, agosto 23, 2004

Parabéns Obikwelu!

Temos todos de dar os parabéns a este atleta que conquistou ontem a prata para o nosso país. Os 200 metros são o próximo desafio. Força Obikwelu!!!

sexta-feira, agosto 20, 2004

Indignação!!!

Sinto-me sempre indignado qaundo assisto a reportagens como aquela a que assisti hoje na SIC sobre um homem ao qual a vida já está destinada a uma cadeira de rodas e uma incapacidade de 1000%, se este número fosse possível. Além de receber uma pensão de 150 euros - miséria - um tal decreto de lei obriga-o a divorciar-se da mulher se esta quiser trabalhar. Indignação!!! Vergonha!!! País desenvolvido??? Este é um das centenas de exemplos que existem pelo país fora e que, de vez em quando, passam pelos ecráns das televisões.

Ao que vimos!!!

Este blog servirá para fazer relexões sobre todas as pequenas coisas que achemos que estão mal ou que estão bem! Todos poderemos partilhar as pequenas ideias, os sentimentos, pequenas histórias que vão surgindo no nosso dia-a-dia. Queremos fazer aqui um espaço de opinião que não é dado em democracia. Aqui nada será votado ameaçado por uma maioria. Colaborem!